Quem mexeu na minha serotonina?

Voltei pro blog há uns quatro dias e já tô com raiva dele. Já enjoei do Layout e já cansei da Lucy...

Mentira, a Lucy é minha "ídala", inspiração de caráter... Ainda não cansei dela não...

À propósito, toda essa inconstância tem sido, paradoxalmente, uma constante na minha vida: Descubro uma banda nova que acredito veementemente ser a salvação definitiva da música num dia, e não aguento mais nem olhar pro encarte do CD, no outro. Dia desses, li "Precisamos falar sobre o Kevin", fui dormir achando que nunca mais vou querer ter filhos, e acordei pensando em meias de crochê e nomes pra bebês... Passo o fim de semana, no auge do meu TOC, escrevendo listas sobre prioridades só pra esquecer de colocá-las em prática na semana seguinte.

Prometi nunca escrever textos pessoais demais nesse pequeno cyberespaço desmerecido, e olha só como estamos...

Tédio, auto-sabotagem (Isso agora se escreve sem hífen, ao que parece) e procrastinação. velhos conhecidos, unidos e "amigos para siempreee".

Pior é que é que nem sei direito se quero, ou não, sair dessa. E se quero, nem sei como.




Sugestões são bem vindas.

6 comentários:

John Leão disse...

Acho que algumas vezes nos cobramos demais, quando o ideal seria usar o "deixar rolar"...

Lady Writer disse...

Eba! Alguém voltou a escrever. Qdo eu crescer, quero escrever igual a tu. hehehehe =P

Bjo

Carolyne Martins disse...

Eu adorei os seus posts... e acho que (pelo que ouvi dizer) a gente escolhe se queremos sofrer. Tenho tantos pensamentos loucos talvez, como os seus. Mas tento encontrar aquilo que os outros encontram ou fingem que encontram... eu vou atrás... quem sabe um dia... Tudo de melhor pra vc... queria saber pq eu nao posso seguir seu blog... até mais

Liza disse...

"e por falar em sexo quem anda me comendo é o tempo
na verdade faz tempo mas eu escondia
porque ele me pegava à força e por trás
um dia resolvi encará-lo de frente e disse: tempo
se você tem que me comer
que seja com o meu consentimento
e me olhando nos olhos

acho que ganhei o tempo
de lá pra cá ele tem sido bom comigo
dizem que ando até remoçando"
(Viviane Mosé)

Ficaria melhor no post anterior, mas eu só conheço o blog agora.
E gostei dele.
8)

Chantinon disse...

Deus me livre ler esse livro do Kevin. O mundo por si só já é demais pesado, melhor tentar rir.
Mas não precisa se alienar também e sair por ai feliz com tudo que é bagaceira :D

Eu adoro essas duas palavras juntas:
Não hoje!

Isso é como um coringa, um grito de vitória até nas batalhar perdidas.

prislameira disse...

fiz uma busca por "quem mexeu na minha serotonina" no google e aqui vim parar. curti =)